Misantropos famosos- Albert Wesker

Espaço de existência: Mundo ficcional
Nome: Albert Wesker
Data de nascimento: 1960, desconhecido
Data de morte: 9 de Março de 2009
Sexo: Masculino
Jogos em que aparece: Resident Evil 0, RE 1, RE Code Veronica, RE 4, RE 5, RE Umbrella Chronicles, RE Darkside Chronicles, Marvel VS Capcom 3
Filmes em que aparece: Resident Evil Extinção, Resident Evil Afterlife
Frase(s) já dita: "O direito de brincar de Deus, agora é meu."

 
Sobre o personagem:
Albert Wesker, popularmente conhecido somente como Wesker; sem dúvida um dos maiores nomes de vilões do mundo dos games de todos os tempos.
Possui uma vasta gama de aparições ao longo da série e relembrado também em outros títulos da produtora Capcom, sempre misterioso e frio.
Em Resident Evil 0
Neste título, Albert Wesker surge somente como um coadjuvante ao lado de seu amigo, William Birkin; em sequências de vídeos pode-se perceber que ele observa todos os movimentos tomados pelos sobreviventes dentro da base militar da empresa Umbrella Corporation.
Demontra grande interesse pelo T-Vírus e é possível perceber que Birkin lhe é muito próximo e que ambos se envolveram em atritos dentro da corporação.
Em Resident Evil 1
Wesker aparece pela primeira vez na série como capitão do esquadrão especial S.T.A.R.S. e após um incidente com o helicóptero de resgate, decide mover os sobreviventes para dentro da mansão que serve de fachada para a empresa Umbrella. Ao decorrer do jogo, descobre-se que Wesker está envolvido nos assassinatos do esquadrão e planeja a falência da empresa através de roubo de planos e projetos com o T-Vírus; em um momento de descuido, é morto por uma experiência (Tyrant).
Em Resident Evil Code Veronica
Retorna triunfante após sua morte como uma Fênix (como ele mesmo se intitula) e se depara com um de seus ex-integrantes que sobreviveram ao incidente de RE 1. Agora, ele demonstra que está trabalhando para uma Organização contrária a Umbrella e que pretende roubar a mutação do T-Vírus, o qual agora é conhecido como T-Veronica e uma rápida cena de batalha entre ele e Alexia, cujo vírus está dentro de seu corpo.
Em Resident Evil 4
Aparece apenas durante os mini-games "Mercenaries", "Separate Ways" e "Ada's Report", no primeiro, aparece como um dos personagens jogáveis e o segundo melhor (considerado o primeiro) dentre todos os 5 devido a potência de seu armamento e seus golpes marciais.
Em "Separate Ways" e "Ada's Report" percebe-se que ele está em comando desta Organização e que deseja de todas as formas o parasita descoberto para utilização de armas biológicas.
Em Resident Evil Umbrella Chronicles
Um dos jogos onde Wesker possui o papel mais importante durante um jogo da franquia. Apesar de contar 4 histórias diferentes, Wesker se torna a chave principal e explica muito sobre os seus planos.
Durante o curta de RE 0, demonstra como teve fácil acesso aos dados da base militar e onde se encontrava durante os acontecimentos.
Em RE 1, demonstra que ele utilizou-se de um vírus ainda experimental e forjou a própria morte. Tal vírus lhe concedeu a vida e uma forma mais avançada de força e agilidade, e cabe a você escapar da mansão antes da auto-destruição e a descoberta de suas novas habilidades.
Em RE 3, ele aparece em um curto vídeo dizendo para AdaWong o que fazer para escapar da quarentena imposta ao governo e claramente ele já está ativo para a Organização.
Durante a saga da base Russa, ele se infiltra e demonstra sua ascenção de poder e como alcançou o posto que recebe em RE 4.
Em Redisent Evil Darkside Chronicles
Aparece observando os movimentos de Leon durante a missão na América do Sul e na retrospectiva de Code Veronica.
Em Residente Evil 5
Aqui o verdadeiro Wesker se põe a mostra. Claramente tomado pelo ódio contra a humanidade e se utilizando das armas biológicas que tem recolhido durante os títulos da série. A Organização se revela como Tricell e Wesker revela seu desejo de criar uma raça humana mais poderosa e superior; sem falhas de caráter.
Em Marvel VS Capcom 3
Aparece como um dos lutadores jogáveis da franquia.

Nos filmes:
Wesker deixou muito a desejar durante os filmes, sendo em "Extinção", aparece apenas sentado e trabalhando para a Umbrella (?) e no quarto filme da série, aparece com seus super poderes, mas uma mistura de uma mutação genética de seu vírus que o tornou em um canibal (?). A franquia adaptada para o cinema não agradou muitos fãs.

Falando sobre o personagem:
A sua história é confusa para ser compreendida em poucas palavras e analisando os títulos da série de forma independente. Cada título conta um pouco do personagem e durante RE 5 se tem toda a explicação e quebra seu mistério.
Wesker foi criado a partir de testes laboratoriais da Umbrella para gerarem crianças perfeitas e inteligentes que erradicariam os problemas sociais, como a fome e a pobreza.
O nascimento foi um sucesso e logo foi acolhido pela Umbrella para estudos avançados, aos 18 se tornou integrante da repartição de genética da empresa e conheceu o prodígio da corporação, William Birkin, que se formara aos 16 anos e daí veio a amizade.
Em RE 0, descobre-se que o criador do T-Vírus foi executado por ordens dele e de Birkin, pois ambos desejavam se apossar dos estudos feitos.
Após anos de pesquisa e nenhum resultado, se infiltrou na polícia de Raccoon City e criou o departamento S.T.A.R.S. para ajuda em casos de resgates especiais e principalmente para que atos ilícitos da Umbrella passassem desapercebidos pela população e policiais.
Poucas horas antes de RE1, a mansão de Oswell Spencer é infectada pelo T-Vírus e ele sabota o primeiro grupo de resgate para obter dados de combate e gravações do ocorrido para controle do mesmo vírus e Birkin lhe dá um vírus ainda em teste. Forjando o resgate dos integrantes desaparecidos na mansão, demonstra sua frieza e seu raciocínio friamente calculado, eliminando integrantes de seu grupo que descobrissem sua traição.
Antes de sua morte, injetou o vírus e liberou o experimento da Umbrella, sendo assim, foi morto por ela e pode retornar a vida e agir por sob os panos, já que estava morto para a população e para a corporação.
Durante o ataque do governo na base Russa, Wesker se aproveita das forças armadas como distração e se infiltra na base, onde reencontra um velho colega, Sergei Vladimir, e o mata, tendo assim, acesso ao banco de dados da corporação e ajudando na falência da mesma.
Após anos de pesquisas e roubos a vírus e parasitas, em RE 5 descobre-se que Wesker, era na verdade um programa que crianças seriam geradas por testes laboratoriais, gerando porte físico e grande inteligência e estes seriam quem traria a "paz" ao mundo e que todas as crianças do projeto recebiam o sobrenome Wesker para fácil controle.
Ele então procura todos os envolvidos e em ódio, assassina a todos para ser o único envolvido no projeto e tê-lo como projeto pessoal e demonstra fazer um extermínio na população mundial através de um vírus que não afetaria os mais fortes e perfeitos (genéticamente falando). Morto por seu ex-integrante do S.T.A.R.S..

Wesker e Misantropia:
É bem claro que Wesker é um personagem que se assemelha ao misantropo de nossa sociedade. Sua taxa é extremamente alta e visível.
É claro que em seu caso, soma-se a possibilidade de se aproveitar de sua inteligência e de psicopatia, onde é responsável por várias mortes.
Em RE 5, no confronto final com ele, o vídeo demonstra a cena onde ele diz:
"Todos os dias, os homens estão um passo mais próximos da autodestruição; eu não estou destruindo o Mundo, estou salvando ele."
Entretanto, a forma de sua "salvação" seria eliminando pessoas fracas cujo DNA seria "impuro".
Uma forma (um tanto exagerada) de perceber que a misantropia concede a pessoa grande inteligência, mas também capacidade física, o que muitos pensam ser impossível como ao falar de NERD'S, onde muitos pensam em pessoas raquíticas de óculos, sem força alguma.
Muito reservado e extremamente frio, não demonstrando emoção nenhuma, apenas ódio.

Criação do personagem:
Wesker, apesar de ser tratado como misantropo ao longo da série, possui uma ligação extra; tal ligação está em mensagens subliminares onde lembra muito os alemães durante o governo de Hitler.
Wesker foi criado como uma criança perfeita, loiro e corpo atlético (os olhos estão sempre protegidos por óculos de sol) e que ele seria uma destas crianças que juntas criariam um futuro melhor; com o tempo, ele começa a julgar as pessoas como puras e impuras e se utiliza de genética para determinar tais atos.
Outro fato curioso é seu contato com Sergei Vladimir, coronel russo o qual se pode perceber semelhanças na vestimenta com soldados de alto escalão da antiga S.S. e que ele foi considerado como puro e seu DNA foi utilizado em testes para gerar a raça ariana.

Espero que tenham gostado, mesmo tendo resumido sobre o personagem; já que é extremamente complexo e sua história é muito longa!
Enormes abraços e até a próxima
Escrito por Felipe M.

5 Response to "Misantropos famosos- Albert Wesker"

  1. Ivete Says:
    11 de abril de 2011 17:13

    Desculpe pela curiosidade mais como você se vê nesse cenário ficticio do filme?Quais as suas preferencias?Como você explica a atração por alguém que não conhecemos pessoalmente?

    Beijos!

  2. Anônimo Says:
    1 de junho de 2011 23:20

    Wesker tinha o direito de ser um Deus. Mesmo seus planos sendo considerados abomináveis pela sociedade, ele tinha a mais pura razão. A raça humana se destrói a cada dia e uma excelente forma de impedir esse silencioso e doloroso massacre (que ocorre de forma lenta e é considerado ''aceitável'' pela maioria da sociedade)seria destruindo toda essa estrutura existente e criando uma nova. Com esse virus/parasita (uroboros) wesker tinha a oportunidade de alterar toda o mundo de uma só vez. Depois desse grande momento de dor, o mundo finalmente se tornaria justo e humano, algo que não temos nenhuma previsão, pois quando imaginamos um mundo igualitário e justo logo vem a nossa mente uma única palavra: Utopia

  3. PCscorpion says:
    17 de junho de 2011 01:00

    Albert wesker e um sociopata e não um misantropo a prova disso e que ele so liga pros interesses dele assim passando por cima de tudo e todos.

  4. Anônimo Says:
    24 de junho de 2011 00:53

    Ele passa por cima de tudo e de todos pq tenta evitar que esses elementos o impessam de alcançar seu objetivo final: uma sociedade perfeita ao seu ponto de vista onde ele será o grande regulador.

  5. Rodrigo Ricardo says:
    24 de maio de 2016 03:10

    gostei do texto. O errado é a comparação de Wesker com Adolf Hitler e a HJ.
    Tudo que as pessoa assiste seja série, filme, anime e etc... Sempre procura uma forma de interpretar o entretenimento como uma referencia, sim as vezes o produtor pode colocar uma mensagem subliminar, mais generalizam muito.

Related Posts with Thumbnails