Gnomos, uma praga?

Bom dia visitantes!!! Como vocês estão neste dia tão belo de Terça-Feira?
Como havia dito há um bom tempo atrás, eu iria falar sobre os Gnomos; afinal, falei dos Duendes e nada mais justo que continuar com estes pequenos travessos.
Qual a aparência de um Gnomo?
Assim como os Duendes e grande maioria de seres mágicos da crença celta, não existem muitas informações de como são os Gnomos. Mas quem já teve o "desprazer" de conhecer algum, pode assemelhá-lo rapidamente como um Duende por sua aparência nem tão bela quanto as pessoas imaginam. A principal diferença entre ambos está na personalidade e na ausência de roupas; afinal, Gnomos possuem uma liberdade maior que os Duendes, portanto, não se utilizam de roupas.
Como se originaram?
Os Gnomos se originaram diretamente do elemento Terra; desta forma, Gnomos são seres elementais. Não possuem ligação nenhuma com Fogo, Água, Ar e Espírito. Em hierarquia, estão um grau acima de Duendes, nada mais que isso.
Gnomos, seres mágicos puros:
Os Gnomos são seres mágicos, portanto, vivem no Terceiro Mundo (plano astral mágico) e possuem a passagem entre o Mundo Espiritual e Material controlada, podendo transitar entre os três Mundos quando necessita; suas restrições são maiores do que a dos Duendes.
Características dos Gnomos:
Como os Duendes, Gnomos são numerosos e é uma "população" quase que base para todo o elemento Terra. Os celtas prezavam muito o equilíbrio e por isso, Duendes e Gnomos eram como irmãos, quase que um mesmo ser; a gentileza e delicadeza dos Duendes é abandonada e Gnomos são especificamente aqueles que punem os homens contra seus atos destruídores perante o elemento Terra e/ou a Natureza em si.
Na sociedade celta, os Gnomos eram quase que nunca citados, muito menos chamados; isso ocorria pelo temor de que algum Gnomo ouvisse a pessoa o chamando e se alojasse em casa.
Gnomos são frios, quase que livres de sentimentos, totalmente sérios.
Moradia de Gnomos:
Gnomos não possuem moradias fixas, muito menos corretas para se citar com 100% de certeza. Eles podem habitar cascas de árvores mortas, terras onde não existam muitas flores, jardins, armários, etc.
Papel fundamental dos Gnomos:
Os Gnomos servem principalmente para punir os seres humanos contra seus atos prejudiciais para com a Natureza.
Ao contrário de seu contra-peso (Duendes), não possuem local específico para guardar; quando necessário, são enviados ao local onde devem trabalhar.
Existem Gnomos fêmeas?
Eram exclusivamente homens; apesar da igualdade entre os sexos que os celtas possuem em suas sociedades, isso ocorre pelo fato de que o elemento Fogo e Terra são exclusivamente de seres masculinos, já Água e Ar são de seres femininos.
Sociedade dos Gnomos:
Gnomos não vivem em grupos, nem mesmo em duplas; vivem sozinhos devido ao trabalho que realizam. Quando em um trabalho contra o homem, são capazes de atrair cada vez mais outros Gnomos e criar uma infestação no local.
Culto aos Gnomos:
Gnomos não recebem cultos nem rituais. Eram comumente evocados para dar lições em uma pessoa que fez mal para outra ou simplesmente para atrapalhar a vida da outra pessoa.
Entretanto, estas pessoas que "colocavam" Gnomos contra outras pessoas deviam estar preparadas com a consequência posterior; quando o Gnomo terminasse o serviço que foi lhe pedido, ele partiria para a pessoa que lhe pediu, fazendo exatamente o mesmo que fez com a outra.
Gnomos podem ser domesticados?
A resposta é não. Ao contrário de Duendes, Gnomos não habitam uma residência por espontânea vontade ou porque gostam das pessoas que ali vivem.
Quando habitam uma residência, os danos são enormes e dificilmente podem ser remediados. Os Gnomos são enviados para fazer com que a pessoa tome consciência de um ato prejudicial que fez e pagar também pelo mesmo ato; desta forma, um Gnomo se aloja em sua casa e com o tempo, vários outros Gnomos são atraídos ao local.
Quanto maior a quantidade de Gnomos em um local, mais visível são os danos causados. Inícia-se com morte de plantas e flores de um jardim, o solo se tornar estéril, a casa adquirir um ar pesado e fazer com que moradores (até mesmo visitas) passem mal por se encontrarem no recinto, variando entre ansiedade e até mesmo vertigens. Mas não acaba por aí, eles também roubarão energia dos residentes, fazendo com que adoeçam e se sintam fracos, em casos extremos, podem levar residentes a morte; a casa deixa de ser próspera, a renda familiar parece não dar conta de dívidas e a alegria se esvai, dando lugar para reclamações, brigas e ódio entre os próprios residentes.
Como acabar com a praga de Gnomos em uma casa?
Não existe maneiras para evitar que entrem em sua casa, a única forma para evitá-los é cuidar e preservar a Natureza, assim eles não terão dívida alguma a qual você tenha que pagar.
Mas caso eles estejam em casa, as cercas (ou muros) devem receber os devidos tratamentos mágicos e o trabalho árduo começa; é necessário "arremesá-los" por cima da cerca para fora do terreno. O fato de ser pego e atirado é impossível, o "arremessar" que é muitas vezes citado em livros ou até mesmo filmes é o fato de que os residentes devem expulsar os Gnomos à força e para fazer isso, é necessário saber onde o Gnomo está e estar em contato com ele. Pelo fato de seres protegidos e invisíveis ao olho humano, deve-se primeiro saber como vê-los para depois continuar com a expulsão.
Gnomos na atualidade:
Os Gnomos perderam muito do seu campo no conhecimento humano; muitos desconhecem sua existência.
Entretanto, muitos livros e filmes contam ou citam sobre estes homenzinhos tão ranzinzas e mesmo com as pessoas desconhecendo sua existência, eles continuam seus serviços.
Escrito por Felipe M.

1 Response to "Gnomos, uma praga?"

  1. Laura Brandão says:
    19 de julho de 2011 14:58

    Devo ter essas pragas aqui em meu quintal!
    ahshsausuhashua
    Beijos Felipe, tenha uma ótima semana meu querido!
    E Obrigada por tudo =*

Related Posts with Thumbnails